Relação entre técnico em enfermagem e paciente é crucial para o tratamento

Conteúdos

Relação entre técnico em enfermagem e paciente

Quando se fala em pessoas doentes e que precisam de acompanhamento médico, seja no hospital ou em domicílio, a relação entre técnico em enfermagem e paciente é de suma importância para uma recuperação mais rápida e tranquila.

Por enfrentarem o árduo desafio de estarem impossibilitados de realizar seus afazeres, os pacientes precisam bastante de um cuidado humano. Vale ainda ressaltar a importância do técnico em enfermagem também para os familiares do paciente, pois ele passa a ser um grande aliado de apoio humanizado e profissional.

Pensando nisso, no decorrer deste post, falaremos sobre a relação entre técnico em enfermagem e paciente, discorrendo sobre alguns pontos importantes dessa ligação. Boa leitura!

Humanização do profissional da saúde

O profissional da saúde deve entender que seu ofício vai além de cumprir horário, de respeitar as normas de trabalho, entre outras responsabilidades. Lidar com vidas humanas demanda, acima de tudo, um posicionamento individualizado com estima e apreço.

Ao técnico em enfermagem compete respeitar a individualidade de seus pacientes, não os vendo somente como um a mais para cuidar. Esse profissional deve buscar uma proximidade ao tratar cada um, considerando sempre suas necessidades físicas e emocionais.

Sendo assim, cabe a você reconhecer sua vocação para demonstrar humanização em seu relacionamento com os pacientes, como também colocar em prática todo o aprendizado adquirido em sua formação técnica.

Relação entre técnico em enfermagem e paciente

Como já citado no texto, a relação entre técnico em enfermagem e paciente, sendo positiva, traz grandes benefícios para a recuperação do doente. Mesmo em funções corriqueiras, como aferir a pressão arterial para o controle da pressão alta, o profissional pode transmitir afeto e carinho, os quais são fatores muito importantes para a cura.

Ao exercer essa profissão, a pessoa precisa saber manter a calma quando, por exemplo, o paciente está em desespero ou ansioso pela sua recuperação. No caso de sofrimento, dar uma palavra de acalento pode ser bastante significativo e contribuir diretamente para o restabelecimento do enfermo.

Saber compreender, gostar de cuidar de pessoas e ser atencioso são algumas características que possibilitam uma relação favorável e o bem-estar dos pacientes, levando-os a cumprir o tratamento designado pelo médico.

Vínculo entre familiares e técnico em enfermagem

Além disso, o técnico em enfermagem deve ter um bom relacionamento não somente com os pacientes, mas também com seus familiares. Uma família que possui algum ente querido que carece de cuidados médicos tem no técnico de enfermagem uma ponte de ligação com o restante da equipe de saúde.

Por outro lado, o familiar também passa a ser um elo entre o técnico de enfermagem e o paciente. Por meio de orientações dadas pelos profissionais da saúde, os familiares sentem-se mais tranquilos, influenciando positivamente o paciente na sua recuperação plena.

Distanciamento que a profissão exige

Para os que estão na carreira de técnico em enfermagem, lidar com o sofrimento de pacientes e familiares não é uma tarefa fácil. Enfrentar uma rotina de trabalho, vivenciando diferentes experiências de enfermidades, requer do profissional um equilíbrio emocional para que tais sentimentos não permeiem sua vida.

Assim sendo, faz-se necessário manter um certo distanciamento em relação a saber separar e lidar com diferentes sentimentos que afligem as pessoas das quais precisa cuidar.

Como você acompanhou neste texto, a relação entre técnico em enfermagem e paciente é algo a ser aprimorado a cada dia do exercício da profissão. Saber oferecer cuidado, carinho e otimismo a familiares e pacientes requer vocação e disposição em servir ao próximo.

Então, gostou deste conteúdo? Aproveite que está por aqui e compartilhe conosco sua opinião sobre o assunto deixando seu comentário!